O Maranhão marca o maior alta do nordeste no Índice Nacional da Construção Civil. A média nacional ficou em 0,31% em janeiro, o Maranhão marcou o dobro, ficando com 0,62% de alta.

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) apresentou variação de 0,31% em janeiro, ficando 0,23 ponto percentual acima da taxa de dezembro de 2022 (0,08%). Em relação a janeiro de 2022 (0,72%), a taxa foi menor em 0,41 ponto percentual. Os últimos doze meses foram para 10,45%, resultado próximo aos 10,90% registrados nos doze meses imediatamente anteriores.

custo nacional da construção, por metro quadrado, que em dezembro fechou em R$ 1.679,25, passou em janeiro para R$ 1.684,45, sendo R$ 1.000,94 relativos aos materiais e R$ 683,51 à mão de obra.

Em janeiro, a parcela dos materiais apresentou variação de -0,03%, iniciando o ano com queda de 0,1 ponto percentual em relação a dezembro do ano anterior (0,07%). Vale ressaltar que a última taxa negativa observada nesse segmento foi em dezembro de 2019 (-0,13%). Considerando o índice de janeiro de 2022 (0,63%), houve queda de 0,66 ponto percentual.

Já a mão de obra, com taxa de 0,81%, impulsionada pelo reajuste no valor do salário-mínimo, registrou aumento de 0,73 ponto percentual em relação a dezembro do ano passado (0,08%). Com relação a janeiro de 2022, houve queda de 0,06 ponto percentual (0,87%).

O resultado acumulado dos últimos doze meses ficou em 9,30% na parcela dos materiais e 12,11% na parcela da mão de obra.

Região Norte registra maior variação mensal no primeiro mês do ano

A Região Norte, com alta em 5 dos seus 7 estados, destacando-se Amazonas (1,07%) e Tocantins (1,04%), ficou com a maior variação regional em janeiro, 0,71%. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,03% (Nordeste), 0,54% (Sudeste), 0,00% (Sul) e 0,25% (Centro-Oeste).

Em janeiro, Minas Gerais registra a maior alta

Com reajuste observado nas categorias profissionais, Minas Gerais foi o estado que registrou a maior taxa no primeiro mês do ano, 1,99%.

SINAPI – Janeiro de 2023

COM desoneração da folha de pagamento

de empresas do setor da construção civil

CUSTOSNÚMEROSVARIAÇÕES PERCENTUAIS
ÁREAS GEOGRÁFICASMÉDIOSÍNDICES
R$/m2JUN/94=100MENSALNO ANO12 MESES
BRASIL 1684,45843,210,310,3110,45
REGIÃO NORTE 1709,77851,890,710,7112,11
Rondonia1754,44978,390,130,1315,88
Acre1802,17956,290,110,1110,58
Amazonas1696,73830,641,071,0715,00
Roraima1774,10736,88-0,30-0,3012,26
Para1696,38813,430,890,8910,47
Amapa1613,00783,46-0,10-0,1012,23
Tocantins1756,15923,331,041,0410,66
REGIÃO NORDESTE 1561,05843,050,030,038,91
Maranhão1584,41834,800,620,629,75
Piaui1548,321029,030,030,038,21
Ceara1543,51891,640,000,008,90
Rio Grande do Norte1548,15780,280,360,3615,72
Paraiba1590,33879,37-0,07-0,079,98
Pernambuco1549,60828,44-0,09-0,0911,84
Alagoas1509,33753,980,230,236,42
Sergipe1484,27788,670,580,589,69
Bahia1581,54837,25-0,28-0,285,92
REGIÃO SUDESTE 1744,44835,050,540,5410,40
Minas Gerais1641,33903,201,991,9911,43
Espirito Santo1534,67851,33-0,62-0,627,90
Rio de Janeiro1839,93838,480,100,109,24
São Paulo1785,10806,210,020,0210,51
REGIÃO SUL 1761,86842,620,000,0010,13
Parana1736,43830,340,090,0910,16
Santa Catarina1905,861032,00-0,05-0,0510,84
Rio Grande do Sul1665,77755,97-0,12-0,129,23
REGIÃO CENTRO-OESTE1727,02881,660,250,2513,98
Mato Grosso do Sul1678,87789,690,310,3111,80
Mato Grosso1770,231009,79-0,02-0,0219,69
Goias1688,83891,970,910,9112,27
Distrito Federal1755,54775,21-0,30-0,3010,48

SINAPI – Janeiro de 2023

SEM desoneração da folha de pagamento

de empresas do setor da construção civil

CUSTOSNÚMEROSVARIAÇÕES PERCENTUAIS
ÁREAS GEOGRÁFICASMÉDIOSÍNDICES
R$/m2JUN/94=100MENSALNO ANO12 MESES
BRASIL 1789,58895,080,340,3410,52
REGIÃO NORTE 1807,28900,590,680,6812,02
Rondonia1856,341035,010,090,0915,65
Acre1898,991008,060,170,1710,25
Amazonas1792,63877,891,011,0114,85
Roraima1883,42782,13-0,29-0,2912,11
Para1793,10859,470,840,8410,46
Amapa1706,93829,08-0,07-0,0712,10
Tocantins1856,28976,231,081,0810,77
REGIÃO NORDESTE 1652,89892,880,070,078,99
Maranhão1676,98883,700,600,609,75
Piaui1638,831088,870,110,117,99
Ceara1632,09942,250,060,068,96
Rio Grande do Norte1637,69825,320,380,3815,71
Paraiba1684,41931,32-0,06-0,069,93
Pernambuco1640,06876,97-0,08-0,0811,89
Alagoas1599,91799,570,300,306,68
Sergipe1568,54833,650,660,669,91
Bahia1676,91886,83-0,21-0,216,09
REGIÃO SUDESTE 1858,80889,280,590,5910,59
Minas Gerais1740,77957,662,232,2311,83
Espirito Santo1626,97902,50-0,60-0,607,94
Rio de Janeiro1963,93895,580,110,119,25
São Paulo1906,32860,99-0,01-0,0110,70
REGIÃO SUL 1880,52899,140,000,0010,25
Parana1856,68887,740,090,0910,39
Santa Catarina2038,711104,21-0,04-0,0410,73
Rio Grande do Sul1768,08802,55-0,11-0,119,45
REGIÃO CENTRO-OESTE1828,36933,350,270,2713,98
Mato Grosso do Sul1776,15834,770,300,3011,75
Mato Grosso1872,161068,090,020,0219,66
Goias1790,14944,840,920,9212,27
Distrito Federal1858,95821,16-0,29-0,2910,61

Fonte: IBGE