Os Analistas

Apesar do crescimento, no Maranhão houve variações negativas em relação a janeiro

Geral

Número de empregados cresceu em fevereiro no Maranhão

Segundo dados do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o número de pessoas empregadas aumentou no mês de fevereiro deste ano. Brasil, Nordeste e o estado do Maranhão obtiveram saldos positivos no período. O Maranhão registrou 17.888 pessoas admitidas. Apesar do grande aumento, o saldo é de 722 abaixo do registrado no mês de janeiro, que foi de 982.

O setor industrial no Maranhão registrou uma variação negativa de 481 empregos, com destaque para o setor da construção com – 502 empregos formais, número que tem caído desde janeiro. As indústrias de transformação e a extrativa experimentaram leves variações positivas, com 13 e 22 vagas, respectivamente. Os serviços de água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação criaram uma vaga apenas.

Olhando para a composição do saldo do emprego por setor econômico, verificou-se que apenas a construção e o comércio registaram variações negativas (-502 e -265, respetivamente), segmentos que funcionam mesmo como termômetros sociais. Em termos de emprego, os serviços e a agricultura tiveram os melhores desempenhos.

Esse resultado provém do Monitoramento do Emprego Formal, pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Outras pesquisas, sondagens e indicadores podem ser encontrados nas publicações no site da FIEMA.  

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os Analistas no Twitter

Você pode gostar

Destaque

O Sindicato dos Bancários realizou nesta quinta-feira (11) um ato público para denunciar o fechamento da agência do Banco Santander, da Praça João Lisboa,...

Destaque

Não causam mais nenhuma estranheza as posições assumidas pelos parlamentares da dita direita maranhense, sejam eles estaduais ou federais. O último capítulo da insensatez...

Geral

Na passagem de janeiro para fevereiro, as vendas no comércio varejista no país aumentaram 1,0% e atingiram o maior patamar da série histórica iniciada...

Geral

O volume de serviços prestados no país recuou 0,9% na passagem de janeiro para fevereiro de 2024. O resultado chega após três meses de...